sábado, 26 de novembro de 2016

  1. Temer diz que vetará anistia ao caixa dois se ela for aprovada na CâmaraResultado de imagem para michel temer

    O presidente Michel Temer afirmou nesta sexta (25) a interlocutores com quem se reuniu, em São Paulo, que vetará a anistia ao caixa dois eleitoral, caso ela seja votada pela Câmara dos Deputados. A possibilidade de aprovação despertou críticas de vários setores. O juiz Sergio Moro e a advogada Janaina Paschoalforam alguns dos que protestaram. Manifestações contra o pacote já estão sendo marcadas.A votação da proposta em plenário, que ocorreria nesta quinta (24), foi adiada. A alteração na legislação é um tema de grande interesse dos políticos alvos da Operação Lava Jato. A anistia seria inserida no pacote de medidas contra a corrupção apresentado pelo Ministério Público em março e aprovado em comissão especial da Câmara na quarta (23). Após a polêmica e a falta de consenso, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova tentativa de votação para terça-feira (29). Monica Bergamo/Folha
    0 

    Adicionar um comentário

  2. Após câncer, Paulo Silvino faz quimioterapia: "Perdi o paladar"Paulo Silvino não é chamado para gravar o "Zorra" desde o início do ano

    Aos 77 anos, Paulo Silvino retirou um câncer no estômago em julho deste ano e faz sessões de quimioterapia desde então. O humorista conversou com o UOL, nesta sexta-feira (25), e contou que descobriu a doença após ter enjoos e refluxos. O médico responsável pela cirurgia, Leonaldson Castro, é ex-marido da mulher de Silvino, Giseli.
    "Já fiz seis sessões, faltam mais seis. O que está sendo terrível para mim é que perdi o paladar, não sinto o gosto de nada, mas tenho que comer para não morrer. Me alimento de massas, purês, carne moída. Por causa disso,  perdi 15 quilos. Pesava 75, agora estou com 59, 60 quilos", contou ele, que descobriu a doença após ter frequentes enjoos e refluxos. 
    "Fora isso, me sinto ótimo, estou bem e me preparando para lançar meu livro 'As Aventuras do Papaceta' em janeiro do ano que vem", completou ele, sobre a publicação inspirada em sua peça teatral de humor dos navegantes do século XVI. Portal UOL
    0 

    Adicionar um comentário

  3. Deusas do bumbum

    As modelos Rapha Andrade, Denise Dias e Gil Jung
    Depois de ver essa foto, não há como discordar: Rapha Andrade, Denise Dias e Gil Jungsão deusas do bumbum na nuca. E foi exatamente por causa desta virtude que as três posaram para uma campanha da grife de lingerie Doce Desejo. "Para mim, a lingerie perfeita é aquela que me faz sentir bem, sexy para os dias quentes e confortável para o dia a dia", diz Gil Jung. Já Denise Dias é mais ousada: "Tenho paixão por fio dental e adoro me exibir". Arrasaram!
    0 

    Adicionar um comentário

  4. As malas suspeitas de LulaResultado de imagem para AS MALAS DE LULA

    A Veja revela que Lula, em 3 de junho, embarcou para Roma com 12 malas - mas apenas cinco passaram pelo raio x. A Receita Federal tentou vistoriar a aeronave, mas a operação foi abortada pelo delegado da PF que estava de plantão, Luis Pardi. O agente que denunciou o caso ao MPF diz que Pardi "estranhamente aparentava querer retardar a ação". Pardi impediu que a bagagem de Lula fosse revistada. No relato do agente, "o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparentava estar bastante nervoso, tendo ingressado e se mantido trancado por um tempo na cabine de comando". O Antagonista
    0 

    Adicionar um comentário

  5. Juíza manda intimar pessoalmente Pezão sobre benefício fiscal a Sara Joias

    Reprodução
    A juíza Fernanda Rosado de Souza, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio, mandou intimar pessoalmente Luiz Fernando Pezão para que explique por que deu benefício fiscal retroativo a 2013 para a joalheria Sara Joias. A mesma magistrada havia dado uma liminar (decisão provisória) que vedava a concessão, ampliação ou renovação de benefícios fiscais ou financeiros em favor de sociedades empresariais. Agora, Fernanda atendeu a pedido do Ministério Público, que lhe comunicou que duas portarias publicadas no Diário Oficial do Rio, nos dias 4 de novembro e 18 de novembro, contemplavam a joalheria com o chamado Regime Tributário Especial. Na decisão, a juíza manda Pezão prestar esclarecimentos em 48 horas, "ciente de que, mantido o ato que caracterizou o descumprimento", será aplicada multa.
    Fernanda também mandou que a íntegra dos autos sejam encaminhados à Procuradoria-Geral de Justiça do Rio de Janeiro, para que o procurador-geral Marfan Vieira Martins apure se houve improbidade administrativa por parte de Pezão. Os autos também serão remetidos à Procuradoria Regional da República no Rio, para apurar se houve crime de desobediência. Finalmente, a juíza determinou que seja cumprida busca e apreensão dos autos dos processos administrativos da Sara Joias na Secretaria de Fazenda. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário


  6. 0 

    Adicionar um comentário

  7. Estrada d’água

    Ned Cavalcanti era diretor-geral de DER quando Miguel Arraes o chamou: - Dr. Ned, tem um açude lá em Santa Cruz do Capibaribe quase sangrando. O senhor pode dar um jeito nisso, fazendo um canal de concreto armado para levar água à população que está sofrendo uma seca danada?
    - Dr. Arraes, o DER não domina a construção de canais. Cuida de rodovias.
    - O canal – decretou o governador – vai servir de estrada para a água...
    O canal foi construído em tempo recorde e funciona até hoje.
    0 

    Adicionar um comentário

  8. A batalha de Cerveró para não voltar à cadeiaNestor Cerveró embarca para o Rio de Janeiro deixar a carceragem da Polícia Federal em Curitiba 

    Até o ano passado, Nestor Cerveró vivia como um rei. Quando era diretor da área Internacional da Petrobras, recebia só de salário 135.000 reais por mês — sem contar os 40 milhões de reais em propinas que admitiu ter embolsado em menos de dois anos. Morava em uma cobertura de 300 metros quadrados em Ipanema, com vista para o mar, e sua única preocupação financeira era como gastar tanto dinheiro. Hoje, tudo isso ficou para trás. Com as contas bloqueadas pela Justiça e uma penca de credores batendo à sua porta, ele junta moedas para pagar a multa de 17 milhões de reais imposta pela Lava-­Jato. Ela vence em 1º de janeiro. Se não quitar a dívida, sairá da prisão domiciliar que desfruta desde junho deste ano e voltará para trás das grades. Sem um tostão, comprou uma briga de família para conseguir o que, nos tempos áureos, considerava troco. Entrou na 12ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio de Janeiro para reivindicar 459.000 reais da herança de seu pai, que estão com sua mãe, Carmem Cerveró Torrejon de Cuñat, de 90 anos, e sua irmã, Mary Carmem Cuñat Cerveró.
    Quando o pai morreu, em outubro de 2013, Cerveró escreveu uma carta de próprio punho à família abrindo mão da herança, diz a irmã. Ainda assim, ela relata ter assinado um cheque de 50.000 reais em favor do irmão. Mary confessou a VEJA ter ficado surpresa com a iniciativa de Cerveró de requerer parte na herança neste momento.  A tentativa é um dos caminhos que o agora delator da Lava-Jato busca para juntar dinheiro. Quando fez acordo de delação, ele teve seis apartamentos no Rio confiscados. Pôs todos à venda, mas, com a crise, não conseguiu vender nenhum. A cobertura em Ipanema está no mercado por 9 milhões de reais. Não teve ofertas. Atualmente, Cerveró cumpre a prisão domiciliar em uma casa em Petrópolis. Além da dívida, problemas mais mundanos o atormentam por lá. Como a região é montanhosa, sua tornozeleira eletrônica perde o sinal de GPS com frequência, o que força os funcionários da Justiça do Paraná a lhe telefonar constantemente para saber se continua no local. Apesar de ele próprio atender o telefone, os agentes pedem que fique no quintal por pelo menos dez minutos, para que o sinal seja restabelecido. Se não conseguir pagar as dívidas, ao menos esse problema Cerveró não vai mais ter — na carceragem de Curitiba, os agentes poderão vigiá-lo bem de perto. Veja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  9. Desemprego atingiu quase 4 milhões de pessoas a mais em 2015Brasil sem emprego

    A deterioração do mercado de trabalho no Brasil em 2015 foi ainda mais aguda do que o que se imaginava. O, segundo a total de postos de trabalho eliminados alcançou 3,8 milhõessegundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Essa foi a primeira vez que houve queda no total de empregados no país desde o início da série histórica da pesquisa, em 2004. A perda é muito mais acentuada do que a mostrada pela Pnad Contínua, que substituirá definitivamente o levantamento anual já a partir deste ano. À época da divulgação, a Pnad Contínua estimava a população ocupada em 92,2 milhões ao fim de 2015, ou 630.000 vagas a menos em relação a um ano antes. “Estamos falando de 2015, um ano em que vimos que os indicadores econômicos não foram muito favoráveis. A população ocupada caiu em todas as grandes regiões”, disse Maria Lucia Vieira, gerente da Pnad no IBGE.
    Na versão anual, dois setores foram os principais responsáveis pelo fechamento de vagas: a indústria, que explica a maior perda no número de ocupados no Sudeste, e a agricultura, que teve impacto especialmente no Nordeste. A agricultura perdeu 855.000 trabalhadores, enquanto a indústria dispensou mais de 1 milhão de funcionários. Metade dessa queda na indústria ocorreu no Sudeste. Das demissões na agricultura, 700.000 foram no Nordeste. Na Região Sudeste, 1,4 milhão de pessoas perderam seus empregos. No Nordeste, outros 1,37 milhão de trabalhadores foram dispensados. Foram 1,8 milhão de empregos com carteira assinada a menos, sendo 730.000 só no Sudeste, segundo a gerente da Pnad. Veja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  10. PT vai protocolar pedido de impeachment de Temer

    Resultado de imagem para lindemberg senador
    Lindbergh Farias disse que vai protocolar o pedido de impeachment de Michel Temer na segunda-feira. É uma patuscada. Michel Temer tem maioria esmagadora no Congresso Nacional. O que o PT quer é aprovar o pacote de medidas contra a Lava Jato, juntamente com o PMDB de Michel Temer e o PSDB. Eles estão juntos nisso. O Antagonista
    0 

    Adicionar um comentário

  11. CNJ acata liminar e TJRN não vai passar R$ 100 mi para o governo

    Cláudio Santos
    Cláudio Santos
    A conselheira Daldice Maria Santana de Almeida, do Conselho Nacional de Justiça(CNJ), acatou liminar da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte(AMARN), contra a proposta do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Santos, de liberar R$ 100 milhões ao Governo do Estado para investimentos essenciais e urgentes em Saúde e Segurança Pública. O Tribunal de Justiça vai acionar a Procuradoria-Geral do Estado, para que recorra ao Supremo Tribunal Federal.
    Ao tomar conhecimento da decisão, o desembargador Cláudio Santos, usou uma passagem bíblica, para expressar sua indignação: “”Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem”. Sem tomar qualquer medida ou ato administrativo, o presidente do Tribunal de Justiça manifestou a necessidade de disponibilizar recursos poupados pelo Judiciário, ao longo dos anos, para atender à população necessitada, que, segundo ele, contribui com seus impostos para a manutenção da máquina pública e é a “verdadeira dona do dinheiro”. A liminar obtida pela AMARN impede, ainda, a discussão e votação da transferência da verba pelo Pleno do Tribunal de Justiça. “Lamento a posição da AMARN que com certeza não reflete a maioria do pensamento dos magistrados norte-rio-grandenses, pois a proposta tem objetivo de usar um dinheiro que está parado em favor de pessoas que estão sofrendo nas filas, de crianças que irão morrer sem assistência, de pessoas cancerosas que não terão tratamento adequado. Será que alguma comarca ou vara judicial está em piores condições que um hospital de urgência, de uma delegacia de polícia? É uma questão de visão além dos nossos limites, de nossos gabinetes, de nossas vaidades, é uma questão de espírito público, que, infelizmente, não ficou para todos. Vamos recorrer e tenho confiança na cassação da liminar, embora o prejuízo causado por ela seja irreversível”, declarou o presidente Cláudio Santos. Blog do Robson Pires
    0 

    Adicionar um comentário

  12. Geddel não pediu para sair! Temer mandou ele pegar o beco

    0 

    Adicionar um comentário

  13. Luciana Gimenez posta foto nua e diz que quer aparecer: "Senão seria freira"Luciana Gimenez (Foto: Reprodução Instagram)

    Luciana Gimenez compartilhou em seu Instagram uma foto em que aparece completamente nua nesta quinta-feira, 24, com apenas uma bolsa Hermés bapho para tampar seu corpo. Na legenda, ela falou que estava na dúvida sobre qual sapato usar, mas quem reparou nisso? "Qual sapato? Dúvida cruel", escreveu.
    Diante a foto polêmica, não faltaram críticas à atitude da apresentadora. "Só tá faltando a melancia no pescoço. Você não precisa disso para chamar atenção das pessoas", bradou Ruggieri Simões. "Nossa, está apelando. Não precisa disso. É linda. Está ficando vulgar", disse Andressa Scudino. Em conversa com a Glamour, Luciana assumiu que realmente quer aparecer e não se envergonha disso. "Quero mesmo. Por isso que trabalho com isso, senão seria diretora ou freira", se divertiu. Acompanhe outras fotos de Gimenez:

    Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/Instagram)
     Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/ Instagram)

     Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/Instagram)

    0 

    Adicionar um comentário

  14. Diplomata responsável por resgate de senador boliviano é cotado para virar embaixadorbrasil-diplomata-bolivia-eduardo-saboia-20130826-01-size-598

    Vai ser difícil encontrar alguém na República que ganhou tanto com a mudança de comando do Palácio do Planalto quanto Eduardo Saboia. Tido como diplomata promissor, ele caiu em desgraça com Dilma Rousseff, ao protagonizar o resgate cinematográfico do senador boliviano Roger Pinto Molina, em 2013. Saboia tirou a excelência da embaixada brasileira em La Paz, onde estava abrigado havia 455 dias, e o trouxe de carro até o Brasil. Molina era ferrenho opositor de Evo Morales. O diplomata pagou o pato, foi suspenso e viu descer por terra a possibilidade de um dia virar embaixador. Mas o governo, o Ministro das Relações Exteriores e a base aliada são outros. Já com Michel Temer na posição de dono do baralho, Saboia entrou no Quadro de Acesso da carreira, na prática, a lista de ministros de segunda classe que podem ser nomeados embaixador.  Internamente, no Itamaraty, a aposta é que Saboia está na bica para entrar na próxima lista de promoções, que deverá sair no mês que vem. Se isso ocorrer, ficará devendo ao tucanato.  Quando esteve na geladeira, o hoje líder do governo, Aloysio Nunes Ferreira o convidou para trabalhar na Comissão de Relações Exteriores do Senado. A partir daí, é história conhecida: Dilma caiu, José Serra (aliadíssimo de Aloysio Nunes) assumiu o Itamaraty e Saboia aguarda uma assinatura para correr para o abraço. Radar Online
    0 

    Adicionar um comentário

  15. Ela é topReprodução

    A cantora Rita Ora25 anos, está prestes a iniciar uma nova carreira. A partir do mês que vem, ela substituirá Tyra Banks no comando do reality show "America's Next Top Model", que busca uma revelação no mundo das passarelas. Antes de entrar no ar no programa, a loira fez questão de mostrar seu lado sexy em alguns ensaios. Por nós, está aprovadíssima, viu?
    0 

    Adicionar um comentário

  16. Processo kafkiano pode obrigar Santander a pagar R$ 600 milhões de indenizaçãoPaulo Fridman

    O ministro do STJ Antônio Carlos Ferreira terá que se posicionar sobre o cálculo de uma indenização milionária que o Santander terá que desembolsar em nome do Banco do Estado de Pernambuco (Bandepe), comprado pelo Banco Real em 1998 e, mais tarde, incorporado pelo Santander. A ferroada pode chegar a R$ 600 milhões, mas o Santander briga para pagar no máximo R$ 30 milhões. A batalha judicial começou em 1982, mas a disputa atual é pelo tamanho e cálculo da indenização. O processo é uma pérola kafkiana: o banco estadual fez um empréstimo à Insilene, empresa pernambucana da área de siderurgia. Mas o dinheiro foi depositado numa conta do próprio Bandepe, que resolveu gastar o montante. 
    Não satisfeito em cobrar pelo empréstimo inexistente, o banco tomou posse de imóveis dados como garantia pela empresa. O herdeiro da Insilene quer um ressarcimento correspondente aos prejuízos causados ao grupo da empresa pernambucana, que foi à falência.  
    Já o Santander questiona decisões do Tribunal de Justiça de Pernambuco sobre o cálculo da indenização e considera apenas os prejuízos à Insilene, e não ao grupo empresarial. O Bandepe foi vendido por R$ 182,9 milhões ao Real. Mas a indenização pode custar três vezes o preço de um Bandepe. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  17. Temer não entendeu (ou não quis entender) o que ocorreu com GeddelGivaldo Barbosa

    A declaração feita ontem pelo porta-voz Alexandre Parola, em nome de Michel Temerdizendo que "o presidente buscou arbitrar conflitos entre os ministros e órgãos da Cultura", mostra que Temer não entendeu o que se passou entre Marcelo Calero e Geddel Vieira Lima. Ou não quis entender. Não havia conflito em torno de uma política pública ou sobre o que seria melhor para o Brasil. O conflito era: Geddel queria que um órgão de Estado trabalhasse de acordo com os interesses dele Geddel, Calero queria que o órgão de Estado trabalhasse para o país. Ao arbitrar um conflito desse naipe, Temer parece dar razão a Calero, que disse que ele o pressionou. A entrar naquela discussão, Temer deveria ter tido só um lado. E não era o do amigo dele. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  18. Deputados ameaçam retirar apoio a Maia

    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), adiou a votação da anistia ao “Caixa 2” de campanha, projeto que beneficiaria muitos políticos enrolados na Lava Jato, após grande pressão popular. Aliados como PSDB, PMDB, PRB e até o PT ameaçam não apoiá-lo mais na briga pela reeleição à presidência da Casa. Atualmente a reeleição é proibida pela Constituição e pelo regimento da Câmara. Para mudar a regra, Maia vai precisar aprovar uma PEC no Congresso. Para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição são necessários maioria de 3/5 de parlamentares, na Câmara e no Senado. A anistia ao “Caixa 2” foi condição primordial – e pluripartidária – para o apoio da maioria dos deputados à eventual reeleição de Rodrigo Maia. Até mesmo o PT de Lula e Dilma, enrolado na Lava Jato, prometia apoio à reeleição de Maia, caso a anistia fosse aprovada na Câmara. Diário do Poder.
    0 

    Adicionar um comentário

  19. Saldo de emprego formal foi negativo em 74.748 vagas em outubroeconomia-trabalho-desemprego-carteira-20130527-71-original

    O Brasil perdeu 74.748 vagas formais de emprego em outubro deste ano. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o saldo negativo é menor do que o registrado em outubro do ano passado, quando foram fechados 169.131 postos. Segundo os dados do Caged, em outubro de 2016 foram contratados 1.104.431 trabalhadores e demitidos 1.179.179. No acumulado do ano até outubro, já foram fechadas 751.816 vagas. No acumulado dos últimos 12 meses até outubro, o País registrou o fechamento de 1.500.467 vagas formais. Portal G1
    0 

    Adicionar um comentário

  20. Para Rodrigo Janot, Renan pressiona para tentar constrangê-lo no SenadoJanot: de olho

    Rodrigo Janot vê nos movimentos de Renan Calheiros uma tentativa clara para pressioná-lo a ir ao Senado debater o projeto que endurece as punições por abuso de autoridade, sobretudo a juízes e integrantes do Ministério Público. O presidente do Senado convidou seu algoz a participar de um debate sobre a proposta. Deu duas datas: ontem ou dia 1. Janot respondeu que não poderia em nenhuma das duas: ontem estaria no Supremo e na primeira semana de dezembro, na China. Ele acabou mandando ao Senado uma representante, a sub-procuradora Luiza Frinscheisen. Mas Renan não desiste. Ontem, disse à Luiza que disse ao seu chefe que “estamos encarecendo sua presença para este debate”. Não por acaso. Se Janot aparecer, ficarão frente a frente investigador e investigado, e a turma ligada a Renan poderá dizer o que bem entende ao responsável pelas denúncias que chegam ao Supremo contra as excelências. Radar Online
    0 

    Adicionar um comentário

  21. Catra rejeita acordo em ação de danos morais contra Val MarchioriO cantor Mr. Catra e a socialite Val Marchiori

    Não haverá acordo entre Wagner Domingues Costa, conhecido como Mr. Catra, e Val Marchiori no processo que o funkeiro move contra a socialite por danos morais. As duas partes rejeitaram a audiência conciliatória que aconteceria no próximo dia 28. Assim, a ação seguirá normalmente na Justiça, na 2ª Vara Cível Regional da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Catra processa Val por causa de comentários que ela fez sobre ele durante participação nos programas Raul Gil e Superpop e em um blog pessoal. A socialite disse nessas ocasiões que ele é “safado”, “sem vergonha” e que “pega meninas pobrinhas, sem condição nenhuma, e faz filhos nelas”. Val se referia ao fato de Catra ser casado com três mulheres e ter 32 filhos.
    A socialite, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a rejeição da audiência conciliatória. “Venho por meio desta nota esclarecer que o processo movido pelo Sr. Wagner Domingues Costa, popularmente conhecido como ‘Mr Catra’, segue normalmente na Justiça. A audiência conciliatória foi proposta pelo juiz e não por mim. Por meio do meu advogado, Dr. Wilson Marqueti, declinamos da audiência conciliatória e em seguida o autor fez o mesmo. Confiamos na Justiça e daremos continuidade normal ao processo”, disse. A advogada do cantor, Elizabeth Medeiros, afirma que a audiência só foi cancelada porque ele, que é o autor do processo, também declinou da conciliação. “Se o Wagner não se manifestasse contrariamente, a audiência aconteceria, contudo, sem sucesso, já que não haveria proposta da parte ré. Logo, não faria sentido nós insistirmos na audiência”, explica. O funkeiro não determinou o valor da indenização, deixando isso a cargo do juiz. Catra pede também que a socialite se retrate publicamente e que os vídeos publicados na internet em que Val aparece falando sobre ele sejam deletadosVeja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  22. Moro adverte que anistiar corrupção ameaça Lava Jato e futuro do País

    O juiz federal Sérgio Moro divulgou nota pública nesta quinta-feira, 24, alertando para os riscos que a eventual anistia dos crimes eleitorais de corrupção e de lavagem de dinheiro pode trazer à Operação Lava Jato e ao ‘futuro do País’. Deputados tramam aprovar na Câmara projeto anticorrupção que deve incluir perdão ao caixa 2 e punição a juízes e procuradores por crime de responsabilidade. “Toda anistia é questionável, pois estimula o desprezo à lei e gera desconfiança”, adverte Moro, o juiz da Lava Jato. É a primeira manifestação pública de Moro contra as articulações dos parlamentares.  Para o magistrado, a anistia ‘deve ser prévia e amplamente discutida com a população e deve ser objeto de intensa deliberação parlamentar’. “Preocupa, em especial, a possibilidade de que, a pretexto de anistiar doações eleitorais não registradas, sejam igualmente beneficiadas condutas de corrupção e de lavagem de dinheiro praticadas na forma de doações eleitorais, registradas ou não”.  “Anistiar condutas de corrupção e de lavagem impactaria não só as investigações e os processos já julgados no âmbito da Operação Lava Jato, mas a integridade e a credibilidade, interna e externa, do Estado de Direito e da democracia brasileira, com conseqüências imprevisíveis para o futuro do País. Tem-se a esperança de que nossos representantes eleitos, zelosos de suas elevadas responsabilidades, não aprovarão medida dessa natureza.” (AE)
    0 

    Adicionar um comentário

  23. Na Palma

    Coreaú, no interior do Ceará, é terra de gente valente. O vereador Zé Galvão amarrava a carga de um caminhão quando um desafeto político chegou de revólver na mão. 
    - Desce daí pra morrer, Zé Galvão. 
    E Galvão na maior calma:
    - Diabo de revolver é esse teu, que a bala num bota aqui em cima?
    0 

    Adicionar um comentário

  24. Juiz auxiliar no Supremo ganha mais do que os ministros

    Os salários dos juízes auxiliares dos gabinetes do Supremo Tribunal Federal (STF) são maiores até do que as remunerações dos seus próprios chefes, os ministros da corte. Segundo levantamento feito pelo site JOTA, 16 dos 19 juízes convocados para atuar no STF recebem mais do que o limite, que é fixado a partir dos vencimentos dos integrantes do tribunal, atualmente em R$ 33,7 mil. Há salários que chegam a R$ 51,6 mil.  Esse valor é provocado por acúmulo de vantagens e indenizações, mas tem previsão legal e não pode ser cortado porque o Supremo considera que verbas como estas possuem caráter indenizatório e não seriam atingidas pelo teto. Os juízes auxiliares recebem, inclusive, auxílio-moradia no valor de R$ 4,3 mil. De acordo com a reportagem, o pagamento dessas verbas pelo STF tem base em normativos aprovados em sessão administrativa. Em outubro de 2015, por exemplo, os ministros autorizaram o pagamento de seis diárias no valor de R$ 700 para juízes convocados para trabalhar no tribunal. O STF informou que não há, por parte do tribunal, controle sobre o acúmulo dos pagamentos feitos aos juízes auxiliares. Isso porque, de acordo com a Lei Orgânica da Magistratura, esses magistrados convocados continuam vinculados a seus órgãos de origem, que não informam ao STF os valores pagos e não existe um banco de dados compartilhado.  Diário do Poder
    0 

    Adicionar um comentário

  25. "Levamos uma 'voadora' do Jucá", diz senador Magno Malta

    O senador Magno Malta (PR-ES) externou em plenário sua revolta com a manobra feita pelo líder governo, Romero Jucá (PMDB-RR), para permitir que parentes de políticos possam participar da segunda fase da repatriação. O dispositivo ficou conhecido entre a oposição como "emenda Cláudia Cruz", em referência à esposa do deputado cassado Eduardo Cunha. "Ontem tomamos 1x0 do senador Romero Jucá, foi uma bola nas costas. O senador fez um acordo conosco em plenário de que tiraria a emenda que inclui parentes e, hoje de manhã, a gente descobre que nós tomamos uma pernada dele, uma voadora de frente", afirmou o senador. Na votação de ontem, após forte pressão, inclusive de senadores da base, para que Jucá retirasse do texto os parágrafos que permitiam que parentes participassem da repatriação, o próprio senador o fez voluntariamente. O que não ficou claro na votação de ontem era que o substitutivo do senador não fazia nenhuma vedação à inclusão de parentes e, na prática, permitia que eles integrassem o programa. A manobra só foi percebia hoje de manhã pelos integrantes da oposição.
    "Não sei se existe qualquer tipo de recurso, mas deixo aqui o meu registro de indignação. Falei pessoalmente com Jucá que o que ele fez não foi honesto", afirmou Malta. A notícia pegou de surpresa também outros senadores, assessores parlamentares e funcionários do Senado, que relataram só terem percebido a manobra na manhã de hoje, quando o texto final da votação foi formalmente protocolado na Secretaria Geral da Mesa Diretora. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu para que essa história fique no passado. "Isso ficou na sessão de ontem. Temos que olhar para frente, temos uma agenda enorme de votações a cumprir", minimizou. Segundo interlocutores, Renan estava ciente da manobra. O peemedebista jogou a responsabilidade para a oposição e disse que o destaque deles foi posto de forma "equivocada".
    Recurso.
     A oposição no Senado passou a manhã buscando uma forma de reverter a manobra do líder do governo. A avaliação da assessoria técnica do Senado é que não haveria maneira regimental de modificar o que foi feito. Nesta tarde, o senador José Pimentel (PT-CE) informou em plenário que a oposição irá buscar a derruba do dispositivo na votação da Câmara. "Ontem foi uma sessão atípica. Todos nós estávamos muito tensionados nessa matéria. É verdade que o nosso destaque pedia a retirada daqueles itens. No entanto, o texto do artigo 11 revogou o artigo anterior nessa redação nova do substitutivo. Vamos enfrentar essa questão na Câmara Federal." (AE)
    0 

    Adicionar um comentário

  26. TSE revoga prisão de Garotinho e impõe fiança de R$ 88 milResultado de imagem para garotinho

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revogou nesta quinta-feira (24) as prisões domiciliar e preventiva decretadas na semana passada contra o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho. Para ser solto, deverá pagar uma fiança de R$ 88 mil. Na mesma decisão, a Corte determinou uma série de restrições ao ex-governador: além de proibição de contato com testemunhas no processo a que responde, não poderá mudar de endereço e se ausentar de sua residência por mais de 3 dias sem avisar o juiz do caso. Também não retornar, até o final do processo, à cidade de Campos de Goytacazes(RJ), cidade onde teria, segundo as investigações, comandado um esquema de compra de votos. Garotinho foi preso no último dia 16 sob acusação de, como secretário municipal, ampliar o programa social Cheque Cidadão para corromper eleitores, uma espécia de compra de votos. Diário do Poder
    0 

    Adicionar um comentário

  27. Tira a camiseta, Iggy Azalea!

    Reprodução
    Iggy Azalea, 26 anos, ganhou o título de mulher do ano da "GQ" australiana e comemorou fazendo ensaio sensual para a revista. Nas fotos, a cantora surge usando apenas uma camiseta molhada. A loira admite à publicação que cansou da vida certinha. "Se me colocar em uma vida normal, eu posso parecer bem louca", brinca. Loucos estamos nós com essa foto, Iggy!
    0 

    Adicionar um comentário

  28. STF julgará futuro de Fernando Pimentel na semana que vemPablo Jacob

    Cármen Lúcia marcou para 1o. de dezembro o julgamento da ação direta de inconstitucionalidade que vai julgar se é necessária ou não a autorização da Assembleia de Minas Gerais para processar Fernando Pimentel. O STJ decidiu que sim. Mas, se o STF tiver outro entendimento, Fernando Pimentel já vai se tornar réu por lavagem de dinheiro e corrupção na operação Acrônimo. A decisão pode ter impacto ainda maior, considerando que mais da metade dos atuais governadores está citada na delação da Odebrecht. Atualmente, grande parte das constituições estaduais diz que é fundamental que a assembleia estadual dê o aval antes de o STJ processar. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  29. Anistia prova que congressistas amam o abismo

    Fábio Pozzebom/ABrAcabou no Brasil aquela ideia de que a política está à beira do abismo. A Lava Jato empurrou os políticos para dentro do abismo. As investigações são a vivência do abismo. A inclusão da anistia do crime de caixa dois na pauta de debates do Congresso é a evidência de que os congressistas caíram de amor pelo abismo. Os parlamentares apaixonaram-se pelo erro. E são plenamente correspondidos.
    A delação coletiva da infantaria da Odebrecht tornou o ar de Brasília ainda mais rarefeito. Alguma coisa subiu à cabeça dos congressistas. E eles decidiram desafiar a fome de limpeza que deixa os brasileiros a um passo das ruas. A eventual aprovação da anistia transformará o fundo do abismo em que se encontra o Congresso no lugar mais absurdo do país, uma espécie de epicentro do insolúvel. Blog do Josias de Souza
    0 

    Adicionar um comentário

  30. Chocolate suíço promete acabar com as cólicas da TPMFrauenmond, o chocolate para TPM

    Comer chocolate é bom e todo mundo gosta, certo? Para as mulheres, especificamente em períodos de TPM, é melhor ainda. Certo? Pois agora imagine a invenção de um chocolate capaz de acabar com as sofríveis cólicas menstruais.  Ele já existe e é criação do chocolatier suiço Marc Widmer, com seu ‘Frauenmond’, que significa ‘lua das mulheres’.  O doce foi desenvolvido com chocolate 60% cacau e 17 ervas originárias dos Alpes Suíços. Segundo o profissional, são essas ervas que combatem as dores das cólicas.
    “Nós queremos tornar os dias da menstruação mais confortáveis para as mulheres”, explicou o chocolatier ao jornal suíço 20 Minuten. Infelizmente, por enquanto esse chocolate só está a venda na Suíça. Revista Veja
    0 

    Adicionar um comentário

  31. 0 

    Adicionar um comentário

  32. Agora vai, Renan! Lascou-serenan mão

    A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, marcou o julgamento sobre a denúncia de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para a próxima quinta 1º de dezembro. Caso a maioria dos ministros decidam por aceitar a denúncia, Renan passa a ser réu no primeiro de 12 inquéritos que tramitam no STF. A denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) há quase quatro anos se deve às despesas da filha de um relacionamento extraconjugal com a jornalista Mônica Veloso, que teriam sido pagas pela empreiteira Mendes Júnior, enrolada na Lava Jato. De acordo com a PGR, Renan forjou documentos para legalizar os recursos recebidos da empreiteira e, após a revelação do escândalo em 2007, renunciou ao cargo de presidente do Senado. A PGR pediu urgência na apreciação pelo STF devido a prescrição de parte dos crimes e risco de que o mesmo ocorra com o restante dos malfeitos. Segundo a PGR, há “indícios suficientes para o recebimento da denúncia” pela Corte. Blog do Robson Pires
    0 

    Adicionar um comentário

Carregando
Modelo Visualizações dinâmicas. Tecnologia do Blogger.
  1. Temer diz que vetará anistia ao caixa dois se ela for aprovada na CâmaraResultado de imagem para michel temer

    O presidente Michel Temer afirmou nesta sexta (25) a interlocutores com quem se reuniu, em São Paulo, que vetará a anistia ao caixa dois eleitoral, caso ela seja votada pela Câmara dos Deputados. A possibilidade de aprovação despertou críticas de vários setores. O juiz Sergio Moro e a advogada Janaina Paschoalforam alguns dos que protestaram. Manifestações contra o pacote já estão sendo marcadas.A votação da proposta em plenário, que ocorreria nesta quinta (24), foi adiada. A alteração na legislação é um tema de grande interesse dos políticos alvos da Operação Lava Jato. A anistia seria inserida no pacote de medidas contra a corrupção apresentado pelo Ministério Público em março e aprovado em comissão especial da Câmara na quarta (23). Após a polêmica e a falta de consenso, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova tentativa de votação para terça-feira (29). Monica Bergamo/Folha
    0 

    Adicionar um comentário

  2. Após câncer, Paulo Silvino faz quimioterapia: "Perdi o paladar"Paulo Silvino não é chamado para gravar o "Zorra" desde o início do ano

    Aos 77 anos, Paulo Silvino retirou um câncer no estômago em julho deste ano e faz sessões de quimioterapia desde então. O humorista conversou com o UOL, nesta sexta-feira (25), e contou que descobriu a doença após ter enjoos e refluxos. O médico responsável pela cirurgia, Leonaldson Castro, é ex-marido da mulher de Silvino, Giseli.
    "Já fiz seis sessões, faltam mais seis. O que está sendo terrível para mim é que perdi o paladar, não sinto o gosto de nada, mas tenho que comer para não morrer. Me alimento de massas, purês, carne moída. Por causa disso,  perdi 15 quilos. Pesava 75, agora estou com 59, 60 quilos", contou ele, que descobriu a doença após ter frequentes enjoos e refluxos. 
    "Fora isso, me sinto ótimo, estou bem e me preparando para lançar meu livro 'As Aventuras do Papaceta' em janeiro do ano que vem", completou ele, sobre a publicação inspirada em sua peça teatral de humor dos navegantes do século XVI. Portal UOL
    0 

    Adicionar um comentário

  3. Deusas do bumbum

    As modelos Rapha Andrade, Denise Dias e Gil Jung
    Depois de ver essa foto, não há como discordar: Rapha Andrade, Denise Dias e Gil Jungsão deusas do bumbum na nuca. E foi exatamente por causa desta virtude que as três posaram para uma campanha da grife de lingerie Doce Desejo. "Para mim, a lingerie perfeita é aquela que me faz sentir bem, sexy para os dias quentes e confortável para o dia a dia", diz Gil Jung. Já Denise Dias é mais ousada: "Tenho paixão por fio dental e adoro me exibir". Arrasaram!
    0 

    Adicionar um comentário

  4. As malas suspeitas de LulaResultado de imagem para AS MALAS DE LULA

    A Veja revela que Lula, em 3 de junho, embarcou para Roma com 12 malas - mas apenas cinco passaram pelo raio x. A Receita Federal tentou vistoriar a aeronave, mas a operação foi abortada pelo delegado da PF que estava de plantão, Luis Pardi. O agente que denunciou o caso ao MPF diz que Pardi "estranhamente aparentava querer retardar a ação". Pardi impediu que a bagagem de Lula fosse revistada. No relato do agente, "o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparentava estar bastante nervoso, tendo ingressado e se mantido trancado por um tempo na cabine de comando". O Antagonista
    0 

    Adicionar um comentário

  5. Juíza manda intimar pessoalmente Pezão sobre benefício fiscal a Sara Joias

    Reprodução
    A juíza Fernanda Rosado de Souza, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio, mandou intimar pessoalmente Luiz Fernando Pezão para que explique por que deu benefício fiscal retroativo a 2013 para a joalheria Sara Joias. A mesma magistrada havia dado uma liminar (decisão provisória) que vedava a concessão, ampliação ou renovação de benefícios fiscais ou financeiros em favor de sociedades empresariais. Agora, Fernanda atendeu a pedido do Ministério Público, que lhe comunicou que duas portarias publicadas no Diário Oficial do Rio, nos dias 4 de novembro e 18 de novembro, contemplavam a joalheria com o chamado Regime Tributário Especial. Na decisão, a juíza manda Pezão prestar esclarecimentos em 48 horas, "ciente de que, mantido o ato que caracterizou o descumprimento", será aplicada multa.
    Fernanda também mandou que a íntegra dos autos sejam encaminhados à Procuradoria-Geral de Justiça do Rio de Janeiro, para que o procurador-geral Marfan Vieira Martins apure se houve improbidade administrativa por parte de Pezão. Os autos também serão remetidos à Procuradoria Regional da República no Rio, para apurar se houve crime de desobediência. Finalmente, a juíza determinou que seja cumprida busca e apreensão dos autos dos processos administrativos da Sara Joias na Secretaria de Fazenda. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário


  6. 0 

    Adicionar um comentário

  7. Estrada d’água

    Ned Cavalcanti era diretor-geral de DER quando Miguel Arraes o chamou: - Dr. Ned, tem um açude lá em Santa Cruz do Capibaribe quase sangrando. O senhor pode dar um jeito nisso, fazendo um canal de concreto armado para levar água à população que está sofrendo uma seca danada?
    - Dr. Arraes, o DER não domina a construção de canais. Cuida de rodovias.
    - O canal – decretou o governador – vai servir de estrada para a água...
    O canal foi construído em tempo recorde e funciona até hoje.
    0 

    Adicionar um comentário

  8. A batalha de Cerveró para não voltar à cadeiaNestor Cerveró embarca para o Rio de Janeiro deixar a carceragem da Polícia Federal em Curitiba 

    Até o ano passado, Nestor Cerveró vivia como um rei. Quando era diretor da área Internacional da Petrobras, recebia só de salário 135.000 reais por mês — sem contar os 40 milhões de reais em propinas que admitiu ter embolsado em menos de dois anos. Morava em uma cobertura de 300 metros quadrados em Ipanema, com vista para o mar, e sua única preocupação financeira era como gastar tanto dinheiro. Hoje, tudo isso ficou para trás. Com as contas bloqueadas pela Justiça e uma penca de credores batendo à sua porta, ele junta moedas para pagar a multa de 17 milhões de reais imposta pela Lava-­Jato. Ela vence em 1º de janeiro. Se não quitar a dívida, sairá da prisão domiciliar que desfruta desde junho deste ano e voltará para trás das grades. Sem um tostão, comprou uma briga de família para conseguir o que, nos tempos áureos, considerava troco. Entrou na 12ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio de Janeiro para reivindicar 459.000 reais da herança de seu pai, que estão com sua mãe, Carmem Cerveró Torrejon de Cuñat, de 90 anos, e sua irmã, Mary Carmem Cuñat Cerveró.
    Quando o pai morreu, em outubro de 2013, Cerveró escreveu uma carta de próprio punho à família abrindo mão da herança, diz a irmã. Ainda assim, ela relata ter assinado um cheque de 50.000 reais em favor do irmão. Mary confessou a VEJA ter ficado surpresa com a iniciativa de Cerveró de requerer parte na herança neste momento.  A tentativa é um dos caminhos que o agora delator da Lava-Jato busca para juntar dinheiro. Quando fez acordo de delação, ele teve seis apartamentos no Rio confiscados. Pôs todos à venda, mas, com a crise, não conseguiu vender nenhum. A cobertura em Ipanema está no mercado por 9 milhões de reais. Não teve ofertas. Atualmente, Cerveró cumpre a prisão domiciliar em uma casa em Petrópolis. Além da dívida, problemas mais mundanos o atormentam por lá. Como a região é montanhosa, sua tornozeleira eletrônica perde o sinal de GPS com frequência, o que força os funcionários da Justiça do Paraná a lhe telefonar constantemente para saber se continua no local. Apesar de ele próprio atender o telefone, os agentes pedem que fique no quintal por pelo menos dez minutos, para que o sinal seja restabelecido. Se não conseguir pagar as dívidas, ao menos esse problema Cerveró não vai mais ter — na carceragem de Curitiba, os agentes poderão vigiá-lo bem de perto. Veja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  9. Desemprego atingiu quase 4 milhões de pessoas a mais em 2015Brasil sem emprego

    A deterioração do mercado de trabalho no Brasil em 2015 foi ainda mais aguda do que o que se imaginava. O, segundo a total de postos de trabalho eliminados alcançou 3,8 milhõessegundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Essa foi a primeira vez que houve queda no total de empregados no país desde o início da série histórica da pesquisa, em 2004. A perda é muito mais acentuada do que a mostrada pela Pnad Contínua, que substituirá definitivamente o levantamento anual já a partir deste ano. À época da divulgação, a Pnad Contínua estimava a população ocupada em 92,2 milhões ao fim de 2015, ou 630.000 vagas a menos em relação a um ano antes. “Estamos falando de 2015, um ano em que vimos que os indicadores econômicos não foram muito favoráveis. A população ocupada caiu em todas as grandes regiões”, disse Maria Lucia Vieira, gerente da Pnad no IBGE.
    Na versão anual, dois setores foram os principais responsáveis pelo fechamento de vagas: a indústria, que explica a maior perda no número de ocupados no Sudeste, e a agricultura, que teve impacto especialmente no Nordeste. A agricultura perdeu 855.000 trabalhadores, enquanto a indústria dispensou mais de 1 milhão de funcionários. Metade dessa queda na indústria ocorreu no Sudeste. Das demissões na agricultura, 700.000 foram no Nordeste. Na Região Sudeste, 1,4 milhão de pessoas perderam seus empregos. No Nordeste, outros 1,37 milhão de trabalhadores foram dispensados. Foram 1,8 milhão de empregos com carteira assinada a menos, sendo 730.000 só no Sudeste, segundo a gerente da Pnad. Veja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  10. PT vai protocolar pedido de impeachment de Temer

    Resultado de imagem para lindemberg senador
    Lindbergh Farias disse que vai protocolar o pedido de impeachment de Michel Temer na segunda-feira. É uma patuscada. Michel Temer tem maioria esmagadora no Congresso Nacional. O que o PT quer é aprovar o pacote de medidas contra a Lava Jato, juntamente com o PMDB de Michel Temer e o PSDB. Eles estão juntos nisso. O Antagonista
    0 

    Adicionar um comentário

  11. CNJ acata liminar e TJRN não vai passar R$ 100 mi para o governo

    Cláudio Santos
    Cláudio Santos
    A conselheira Daldice Maria Santana de Almeida, do Conselho Nacional de Justiça(CNJ), acatou liminar da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte(AMARN), contra a proposta do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Santos, de liberar R$ 100 milhões ao Governo do Estado para investimentos essenciais e urgentes em Saúde e Segurança Pública. O Tribunal de Justiça vai acionar a Procuradoria-Geral do Estado, para que recorra ao Supremo Tribunal Federal.
    Ao tomar conhecimento da decisão, o desembargador Cláudio Santos, usou uma passagem bíblica, para expressar sua indignação: “”Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem”. Sem tomar qualquer medida ou ato administrativo, o presidente do Tribunal de Justiça manifestou a necessidade de disponibilizar recursos poupados pelo Judiciário, ao longo dos anos, para atender à população necessitada, que, segundo ele, contribui com seus impostos para a manutenção da máquina pública e é a “verdadeira dona do dinheiro”. A liminar obtida pela AMARN impede, ainda, a discussão e votação da transferência da verba pelo Pleno do Tribunal de Justiça. “Lamento a posição da AMARN que com certeza não reflete a maioria do pensamento dos magistrados norte-rio-grandenses, pois a proposta tem objetivo de usar um dinheiro que está parado em favor de pessoas que estão sofrendo nas filas, de crianças que irão morrer sem assistência, de pessoas cancerosas que não terão tratamento adequado. Será que alguma comarca ou vara judicial está em piores condições que um hospital de urgência, de uma delegacia de polícia? É uma questão de visão além dos nossos limites, de nossos gabinetes, de nossas vaidades, é uma questão de espírito público, que, infelizmente, não ficou para todos. Vamos recorrer e tenho confiança na cassação da liminar, embora o prejuízo causado por ela seja irreversível”, declarou o presidente Cláudio Santos. Blog do Robson Pires
    0 

    Adicionar um comentário

  12. Geddel não pediu para sair! Temer mandou ele pegar o beco

    0 

    Adicionar um comentário

  13. Luciana Gimenez posta foto nua e diz que quer aparecer: "Senão seria freira"Luciana Gimenez (Foto: Reprodução Instagram)

    Luciana Gimenez compartilhou em seu Instagram uma foto em que aparece completamente nua nesta quinta-feira, 24, com apenas uma bolsa Hermés bapho para tampar seu corpo. Na legenda, ela falou que estava na dúvida sobre qual sapato usar, mas quem reparou nisso? "Qual sapato? Dúvida cruel", escreveu.
    Diante a foto polêmica, não faltaram críticas à atitude da apresentadora. "Só tá faltando a melancia no pescoço. Você não precisa disso para chamar atenção das pessoas", bradou Ruggieri Simões. "Nossa, está apelando. Não precisa disso. É linda. Está ficando vulgar", disse Andressa Scudino. Em conversa com a Glamour, Luciana assumiu que realmente quer aparecer e não se envergonha disso. "Quero mesmo. Por isso que trabalho com isso, senão seria diretora ou freira", se divertiu. Acompanhe outras fotos de Gimenez:

    Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/Instagram)
     Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/ Instagram)

     Luciana Gimenez (Foto: Reprodução/Instagram)

    0 

    Adicionar um comentário

  14. Diplomata responsável por resgate de senador boliviano é cotado para virar embaixadorbrasil-diplomata-bolivia-eduardo-saboia-20130826-01-size-598

    Vai ser difícil encontrar alguém na República que ganhou tanto com a mudança de comando do Palácio do Planalto quanto Eduardo Saboia. Tido como diplomata promissor, ele caiu em desgraça com Dilma Rousseff, ao protagonizar o resgate cinematográfico do senador boliviano Roger Pinto Molina, em 2013. Saboia tirou a excelência da embaixada brasileira em La Paz, onde estava abrigado havia 455 dias, e o trouxe de carro até o Brasil. Molina era ferrenho opositor de Evo Morales. O diplomata pagou o pato, foi suspenso e viu descer por terra a possibilidade de um dia virar embaixador. Mas o governo, o Ministro das Relações Exteriores e a base aliada são outros. Já com Michel Temer na posição de dono do baralho, Saboia entrou no Quadro de Acesso da carreira, na prática, a lista de ministros de segunda classe que podem ser nomeados embaixador.  Internamente, no Itamaraty, a aposta é que Saboia está na bica para entrar na próxima lista de promoções, que deverá sair no mês que vem. Se isso ocorrer, ficará devendo ao tucanato.  Quando esteve na geladeira, o hoje líder do governo, Aloysio Nunes Ferreira o convidou para trabalhar na Comissão de Relações Exteriores do Senado. A partir daí, é história conhecida: Dilma caiu, José Serra (aliadíssimo de Aloysio Nunes) assumiu o Itamaraty e Saboia aguarda uma assinatura para correr para o abraço. Radar Online
    0 

    Adicionar um comentário

  15. Ela é topReprodução

    A cantora Rita Ora25 anos, está prestes a iniciar uma nova carreira. A partir do mês que vem, ela substituirá Tyra Banks no comando do reality show "America's Next Top Model", que busca uma revelação no mundo das passarelas. Antes de entrar no ar no programa, a loira fez questão de mostrar seu lado sexy em alguns ensaios. Por nós, está aprovadíssima, viu?
    0 

    Adicionar um comentário

  16. Processo kafkiano pode obrigar Santander a pagar R$ 600 milhões de indenizaçãoPaulo Fridman

    O ministro do STJ Antônio Carlos Ferreira terá que se posicionar sobre o cálculo de uma indenização milionária que o Santander terá que desembolsar em nome do Banco do Estado de Pernambuco (Bandepe), comprado pelo Banco Real em 1998 e, mais tarde, incorporado pelo Santander. A ferroada pode chegar a R$ 600 milhões, mas o Santander briga para pagar no máximo R$ 30 milhões. A batalha judicial começou em 1982, mas a disputa atual é pelo tamanho e cálculo da indenização. O processo é uma pérola kafkiana: o banco estadual fez um empréstimo à Insilene, empresa pernambucana da área de siderurgia. Mas o dinheiro foi depositado numa conta do próprio Bandepe, que resolveu gastar o montante. 
    Não satisfeito em cobrar pelo empréstimo inexistente, o banco tomou posse de imóveis dados como garantia pela empresa. O herdeiro da Insilene quer um ressarcimento correspondente aos prejuízos causados ao grupo da empresa pernambucana, que foi à falência.  
    Já o Santander questiona decisões do Tribunal de Justiça de Pernambuco sobre o cálculo da indenização e considera apenas os prejuízos à Insilene, e não ao grupo empresarial. O Bandepe foi vendido por R$ 182,9 milhões ao Real. Mas a indenização pode custar três vezes o preço de um Bandepe. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  17. Temer não entendeu (ou não quis entender) o que ocorreu com GeddelGivaldo Barbosa

    A declaração feita ontem pelo porta-voz Alexandre Parola, em nome de Michel Temerdizendo que "o presidente buscou arbitrar conflitos entre os ministros e órgãos da Cultura", mostra que Temer não entendeu o que se passou entre Marcelo Calero e Geddel Vieira Lima. Ou não quis entender. Não havia conflito em torno de uma política pública ou sobre o que seria melhor para o Brasil. O conflito era: Geddel queria que um órgão de Estado trabalhasse de acordo com os interesses dele Geddel, Calero queria que o órgão de Estado trabalhasse para o país. Ao arbitrar um conflito desse naipe, Temer parece dar razão a Calero, que disse que ele o pressionou. A entrar naquela discussão, Temer deveria ter tido só um lado. E não era o do amigo dele. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  18. Deputados ameaçam retirar apoio a Maia

    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), adiou a votação da anistia ao “Caixa 2” de campanha, projeto que beneficiaria muitos políticos enrolados na Lava Jato, após grande pressão popular. Aliados como PSDB, PMDB, PRB e até o PT ameaçam não apoiá-lo mais na briga pela reeleição à presidência da Casa. Atualmente a reeleição é proibida pela Constituição e pelo regimento da Câmara. Para mudar a regra, Maia vai precisar aprovar uma PEC no Congresso. Para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição são necessários maioria de 3/5 de parlamentares, na Câmara e no Senado. A anistia ao “Caixa 2” foi condição primordial – e pluripartidária – para o apoio da maioria dos deputados à eventual reeleição de Rodrigo Maia. Até mesmo o PT de Lula e Dilma, enrolado na Lava Jato, prometia apoio à reeleição de Maia, caso a anistia fosse aprovada na Câmara. Diário do Poder.
    0 

    Adicionar um comentário

  19. Saldo de emprego formal foi negativo em 74.748 vagas em outubroeconomia-trabalho-desemprego-carteira-20130527-71-original

    O Brasil perdeu 74.748 vagas formais de emprego em outubro deste ano. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o saldo negativo é menor do que o registrado em outubro do ano passado, quando foram fechados 169.131 postos. Segundo os dados do Caged, em outubro de 2016 foram contratados 1.104.431 trabalhadores e demitidos 1.179.179. No acumulado do ano até outubro, já foram fechadas 751.816 vagas. No acumulado dos últimos 12 meses até outubro, o País registrou o fechamento de 1.500.467 vagas formais. Portal G1
    0 

    Adicionar um comentário

  20. Para Rodrigo Janot, Renan pressiona para tentar constrangê-lo no SenadoJanot: de olho

    Rodrigo Janot vê nos movimentos de Renan Calheiros uma tentativa clara para pressioná-lo a ir ao Senado debater o projeto que endurece as punições por abuso de autoridade, sobretudo a juízes e integrantes do Ministério Público. O presidente do Senado convidou seu algoz a participar de um debate sobre a proposta. Deu duas datas: ontem ou dia 1. Janot respondeu que não poderia em nenhuma das duas: ontem estaria no Supremo e na primeira semana de dezembro, na China. Ele acabou mandando ao Senado uma representante, a sub-procuradora Luiza Frinscheisen. Mas Renan não desiste. Ontem, disse à Luiza que disse ao seu chefe que “estamos encarecendo sua presença para este debate”. Não por acaso. Se Janot aparecer, ficarão frente a frente investigador e investigado, e a turma ligada a Renan poderá dizer o que bem entende ao responsável pelas denúncias que chegam ao Supremo contra as excelências. Radar Online
    0 

    Adicionar um comentário

  21. Catra rejeita acordo em ação de danos morais contra Val MarchioriO cantor Mr. Catra e a socialite Val Marchiori

    Não haverá acordo entre Wagner Domingues Costa, conhecido como Mr. Catra, e Val Marchiori no processo que o funkeiro move contra a socialite por danos morais. As duas partes rejeitaram a audiência conciliatória que aconteceria no próximo dia 28. Assim, a ação seguirá normalmente na Justiça, na 2ª Vara Cível Regional da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Catra processa Val por causa de comentários que ela fez sobre ele durante participação nos programas Raul Gil e Superpop e em um blog pessoal. A socialite disse nessas ocasiões que ele é “safado”, “sem vergonha” e que “pega meninas pobrinhas, sem condição nenhuma, e faz filhos nelas”. Val se referia ao fato de Catra ser casado com três mulheres e ter 32 filhos.
    A socialite, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a rejeição da audiência conciliatória. “Venho por meio desta nota esclarecer que o processo movido pelo Sr. Wagner Domingues Costa, popularmente conhecido como ‘Mr Catra’, segue normalmente na Justiça. A audiência conciliatória foi proposta pelo juiz e não por mim. Por meio do meu advogado, Dr. Wilson Marqueti, declinamos da audiência conciliatória e em seguida o autor fez o mesmo. Confiamos na Justiça e daremos continuidade normal ao processo”, disse. A advogada do cantor, Elizabeth Medeiros, afirma que a audiência só foi cancelada porque ele, que é o autor do processo, também declinou da conciliação. “Se o Wagner não se manifestasse contrariamente, a audiência aconteceria, contudo, sem sucesso, já que não haveria proposta da parte ré. Logo, não faria sentido nós insistirmos na audiência”, explica. O funkeiro não determinou o valor da indenização, deixando isso a cargo do juiz. Catra pede também que a socialite se retrate publicamente e que os vídeos publicados na internet em que Val aparece falando sobre ele sejam deletadosVeja.com
    0 

    Adicionar um comentário

  22. Moro adverte que anistiar corrupção ameaça Lava Jato e futuro do País

    O juiz federal Sérgio Moro divulgou nota pública nesta quinta-feira, 24, alertando para os riscos que a eventual anistia dos crimes eleitorais de corrupção e de lavagem de dinheiro pode trazer à Operação Lava Jato e ao ‘futuro do País’. Deputados tramam aprovar na Câmara projeto anticorrupção que deve incluir perdão ao caixa 2 e punição a juízes e procuradores por crime de responsabilidade. “Toda anistia é questionável, pois estimula o desprezo à lei e gera desconfiança”, adverte Moro, o juiz da Lava Jato. É a primeira manifestação pública de Moro contra as articulações dos parlamentares.  Para o magistrado, a anistia ‘deve ser prévia e amplamente discutida com a população e deve ser objeto de intensa deliberação parlamentar’. “Preocupa, em especial, a possibilidade de que, a pretexto de anistiar doações eleitorais não registradas, sejam igualmente beneficiadas condutas de corrupção e de lavagem de dinheiro praticadas na forma de doações eleitorais, registradas ou não”.  “Anistiar condutas de corrupção e de lavagem impactaria não só as investigações e os processos já julgados no âmbito da Operação Lava Jato, mas a integridade e a credibilidade, interna e externa, do Estado de Direito e da democracia brasileira, com conseqüências imprevisíveis para o futuro do País. Tem-se a esperança de que nossos representantes eleitos, zelosos de suas elevadas responsabilidades, não aprovarão medida dessa natureza.” (AE)
    0 

    Adicionar um comentário

  23. Na Palma

    Coreaú, no interior do Ceará, é terra de gente valente. O vereador Zé Galvão amarrava a carga de um caminhão quando um desafeto político chegou de revólver na mão. 
    - Desce daí pra morrer, Zé Galvão. 
    E Galvão na maior calma:
    - Diabo de revolver é esse teu, que a bala num bota aqui em cima?
    0 

    Adicionar um comentário

  24. Juiz auxiliar no Supremo ganha mais do que os ministros

    Os salários dos juízes auxiliares dos gabinetes do Supremo Tribunal Federal (STF) são maiores até do que as remunerações dos seus próprios chefes, os ministros da corte. Segundo levantamento feito pelo site JOTA, 16 dos 19 juízes convocados para atuar no STF recebem mais do que o limite, que é fixado a partir dos vencimentos dos integrantes do tribunal, atualmente em R$ 33,7 mil. Há salários que chegam a R$ 51,6 mil.  Esse valor é provocado por acúmulo de vantagens e indenizações, mas tem previsão legal e não pode ser cortado porque o Supremo considera que verbas como estas possuem caráter indenizatório e não seriam atingidas pelo teto. Os juízes auxiliares recebem, inclusive, auxílio-moradia no valor de R$ 4,3 mil. De acordo com a reportagem, o pagamento dessas verbas pelo STF tem base em normativos aprovados em sessão administrativa. Em outubro de 2015, por exemplo, os ministros autorizaram o pagamento de seis diárias no valor de R$ 700 para juízes convocados para trabalhar no tribunal. O STF informou que não há, por parte do tribunal, controle sobre o acúmulo dos pagamentos feitos aos juízes auxiliares. Isso porque, de acordo com a Lei Orgânica da Magistratura, esses magistrados convocados continuam vinculados a seus órgãos de origem, que não informam ao STF os valores pagos e não existe um banco de dados compartilhado.  Diário do Poder
    0 

    Adicionar um comentário

  25. "Levamos uma 'voadora' do Jucá", diz senador Magno Malta

    O senador Magno Malta (PR-ES) externou em plenário sua revolta com a manobra feita pelo líder governo, Romero Jucá (PMDB-RR), para permitir que parentes de políticos possam participar da segunda fase da repatriação. O dispositivo ficou conhecido entre a oposição como "emenda Cláudia Cruz", em referência à esposa do deputado cassado Eduardo Cunha. "Ontem tomamos 1x0 do senador Romero Jucá, foi uma bola nas costas. O senador fez um acordo conosco em plenário de que tiraria a emenda que inclui parentes e, hoje de manhã, a gente descobre que nós tomamos uma pernada dele, uma voadora de frente", afirmou o senador. Na votação de ontem, após forte pressão, inclusive de senadores da base, para que Jucá retirasse do texto os parágrafos que permitiam que parentes participassem da repatriação, o próprio senador o fez voluntariamente. O que não ficou claro na votação de ontem era que o substitutivo do senador não fazia nenhuma vedação à inclusão de parentes e, na prática, permitia que eles integrassem o programa. A manobra só foi percebia hoje de manhã pelos integrantes da oposição.
    "Não sei se existe qualquer tipo de recurso, mas deixo aqui o meu registro de indignação. Falei pessoalmente com Jucá que o que ele fez não foi honesto", afirmou Malta. A notícia pegou de surpresa também outros senadores, assessores parlamentares e funcionários do Senado, que relataram só terem percebido a manobra na manhã de hoje, quando o texto final da votação foi formalmente protocolado na Secretaria Geral da Mesa Diretora. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu para que essa história fique no passado. "Isso ficou na sessão de ontem. Temos que olhar para frente, temos uma agenda enorme de votações a cumprir", minimizou. Segundo interlocutores, Renan estava ciente da manobra. O peemedebista jogou a responsabilidade para a oposição e disse que o destaque deles foi posto de forma "equivocada".
    Recurso.
     A oposição no Senado passou a manhã buscando uma forma de reverter a manobra do líder do governo. A avaliação da assessoria técnica do Senado é que não haveria maneira regimental de modificar o que foi feito. Nesta tarde, o senador José Pimentel (PT-CE) informou em plenário que a oposição irá buscar a derruba do dispositivo na votação da Câmara. "Ontem foi uma sessão atípica. Todos nós estávamos muito tensionados nessa matéria. É verdade que o nosso destaque pedia a retirada daqueles itens. No entanto, o texto do artigo 11 revogou o artigo anterior nessa redação nova do substitutivo. Vamos enfrentar essa questão na Câmara Federal." (AE)
    0 

    Adicionar um comentário

  26. TSE revoga prisão de Garotinho e impõe fiança de R$ 88 milResultado de imagem para garotinho

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revogou nesta quinta-feira (24) as prisões domiciliar e preventiva decretadas na semana passada contra o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho. Para ser solto, deverá pagar uma fiança de R$ 88 mil. Na mesma decisão, a Corte determinou uma série de restrições ao ex-governador: além de proibição de contato com testemunhas no processo a que responde, não poderá mudar de endereço e se ausentar de sua residência por mais de 3 dias sem avisar o juiz do caso. Também não retornar, até o final do processo, à cidade de Campos de Goytacazes(RJ), cidade onde teria, segundo as investigações, comandado um esquema de compra de votos. Garotinho foi preso no último dia 16 sob acusação de, como secretário municipal, ampliar o programa social Cheque Cidadão para corromper eleitores, uma espécia de compra de votos. Diário do Poder
    0 

    Adicionar um comentário

  27. Tira a camiseta, Iggy Azalea!

    Reprodução
    Iggy Azalea, 26 anos, ganhou o título de mulher do ano da "GQ" australiana e comemorou fazendo ensaio sensual para a revista. Nas fotos, a cantora surge usando apenas uma camiseta molhada. A loira admite à publicação que cansou da vida certinha. "Se me colocar em uma vida normal, eu posso parecer bem louca", brinca. Loucos estamos nós com essa foto, Iggy!
    0 

    Adicionar um comentário

  28. STF julgará futuro de Fernando Pimentel na semana que vemPablo Jacob

    Cármen Lúcia marcou para 1o. de dezembro o julgamento da ação direta de inconstitucionalidade que vai julgar se é necessária ou não a autorização da Assembleia de Minas Gerais para processar Fernando Pimentel. O STJ decidiu que sim. Mas, se o STF tiver outro entendimento, Fernando Pimentel já vai se tornar réu por lavagem de dinheiro e corrupção na operação Acrônimo. A decisão pode ter impacto ainda maior, considerando que mais da metade dos atuais governadores está citada na delação da Odebrecht. Atualmente, grande parte das constituições estaduais diz que é fundamental que a assembleia estadual dê o aval antes de o STJ processar. Por Lauro Jardim
    0 

    Adicionar um comentário

  29. Anistia prova que congressistas amam o abismo

    Fábio Pozzebom/ABrAcabou no Brasil aquela ideia de que a política está à beira do abismo. A Lava Jato empurrou os políticos para dentro do abismo. As investigações são a vivência do abismo. A inclusão da anistia do crime de caixa dois na pauta de debates do Congresso é a evidência de que os congressistas caíram de amor pelo abismo. Os parlamentares apaixonaram-se pelo erro. E são plenamente correspondidos.
    A delação coletiva da infantaria da Odebrecht tornou o ar de Brasília ainda mais rarefeito. Alguma coisa subiu à cabeça dos congressistas. E eles decidiram desafiar a fome de limpeza que deixa os brasileiros a um passo das ruas. A eventual aprovação da anistia transformará o fundo do abismo em que se encontra o Congresso no lugar mais absurdo do país, uma espécie de epicentro do insolúvel. Blog do Josias de Souza
    0 

    Adicionar um comentário

  30. Chocolate suíço promete acabar com as cólicas da TPMFrauenmond, o chocolate para TPM

    Comer chocolate é bom e todo mundo gosta, certo? Para as mulheres, especificamente em períodos de TPM, é melhor ainda. Certo? Pois agora imagine a invenção de um chocolate capaz de acabar com as sofríveis cólicas menstruais.  Ele já existe e é criação do chocolatier suiço Marc Widmer, com seu ‘Frauenmond’, que significa ‘lua das mulheres’.  O doce foi desenvolvido com chocolate 60% cacau e 17 ervas originárias dos Alpes Suíços. Segundo o profissional, são essas ervas que combatem as dores das cólicas.
    “Nós queremos tornar os dias da menstruação mais confortáveis para as mulheres”, explicou o chocolatier ao jornal suíço 20 Minuten. Infelizmente, por enquanto esse chocolate só está a venda na Suíça. Revista Veja
    0 

    Adicionar um comentário

  31. 0 

    Adicionar um comentário

  32. Agora vai, Renan! Lascou-serenan mão

    A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, marcou o julgamento sobre a denúncia de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para a próxima quinta 1º de dezembro. Caso a maioria dos ministros decidam por aceitar a denúncia, Renan passa a ser réu no primeiro de 12 inquéritos que tramitam no STF. A denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) há quase quatro anos se deve às despesas da filha de um relacionamento extraconjugal com a jornalista Mônica Veloso, que teriam sido pagas pela empreiteira Mendes Júnior, enrolada na Lava Jato. De acordo com a PGR, Renan forjou documentos para legalizar os recursos recebidos da empreiteira e, após a revelação do escândalo em 2007, renunciou ao cargo de presidente do Senado. A PGR pediu urgência na apreciação pelo STF devido a prescrição de parte dos crimes e risco de que o mesmo ocorra com o restante dos malfeitos. Segundo a PGR, há “indícios suficientes para o recebimento da denúncia” pela Corte. Blog do Robson Pires
    0 

    Adicionar um comentário

Carregando
Modelo Visualizações dinâmicas. Tecnologia do Blogger.